Como é o trabalho de um Scrum Master?

A adoção de métodos ágeis como o Scrum na gestão de projetos tem facilitado bastante o desenvolvimento de soluções de qualidade em tempo recorde, elevando a competitividade das empresas e sua atenção em relação à satisfação das partes interessadas. Isso se deve, em grande parte, pela presença do Scrum Master, um profissional com vasta experiência em Agile e que coloca todo o seu conhecimento à disposição de equipes de projetos e Product Owners (responsáveis pela demanda do produto) para facilitar o caminho até o objetivo final.

Como o conceito de Scrum Master ainda é um tanto nebuloso para muitos profissionais da área, resolvemos criar este post para que você entenda quem é esse profissional, quais são suas atribuições e desafios e quem pode ingressar nessa carreira que está cada dia mais valorizada.

Scrum Master: definindo o profissional

A princípio, o título de Scrum Master era dado apenas para quem obtivesse a certificação CSM (Certified Scrum Master), da Scrum Alliance. Contudo, hoje podemos considerar qualquer profissional que atue com gestão de projetos ágeis utilizando o framework Scrum como um Scrum Master, já que ele exerce todas as atividades inerentes a essa posição.

Embora o Scrum Master também não seja, necessariamente, um gerente de projetos, no sentido pleno da expressão, eles compartilham muitas das funções — especialmente se o gerente de projetos for do tipo mais facilitador, sem grande autonomia. No Scrum são considerados apenas três papéis para a condução do projeto: o Product Owner, a equipe do projeto e o Scrum Master. Se você quiser se aprofundar neste assunto, faça o download do nosso e-book Guia Projectlab para Métodos Ágeis.

O que faz um Scrum Master

O papel do Scrum Master é bastante amplo e exige competências multidisciplinares para atender às diversas demandas dos projetos baseados em Agile, por isso, selecionamos algumas das responsabilidades desse profissional no seu dia a dia:

Facilitador

O Scrum Master é a ponte que liga o Product Owner e a equipe do projeto, facilitando o contato entre eles e descobrindo mecanismos para elevar o potencial de execução da equipe dentro dos requisitos estipulados pelo cliente.

Articulador

São vários os envolvidos na execução de um projeto: patrocinadores, investidores, fornecedores, Product Owner, equipe do projeto, entre outros. Manter essas expectativas alinhadas e conquistar a contribuição de todos para que o projeto seja desenvolvido com a maior excelência possível também é um dos papéis do Scrum Master, que articula esforços para atingir os resultados.

Treinador

Desenvolver todo o potencial da equipe do projeto depende de esforços comuns, tanto da empresa quanto do Scrum Master, que deve detectar gaps de competência e providenciar capacitações para elevar a performance da equipe, reduzir as incertezas e desenvolver resultados ótimos.

Orientador

O Scrum Master não possui autoridade sobre a equipe do projeto, já que esta é uma equipe de alto desempenho, contudo, ele atua como um orientador, que avalia contextos e situações e direciona a equipe para caminhos mais assertivos, dando dicas, conselhos e colocando as pessoas para pensarem de uma maneira diferente.

Comunicador

A gestão de projetos baseada em métodos ágeis precisa de uma comunicação clara, direta e assertiva, que contribua para que a equipe trabalhe de maneira mais eficiente. Sendo assim, é também papel do Scrum Master criar canais e mecanismos de comunicação que facilitem essa interação e compartilhem o conhecimento de maneira compreensível a todos.

Como você pode perceber, o Scrum Master participa de todo o processo de desenvolvimento do projeto com a missão de facilitar o trabalho da equipe, derrubando barreiras e construindo conexões. O seu papel é de um orientador, sendo que as tarefas de planejamento e execução do projeto ficam a cargo do Product Owner e da equipe do projeto, diferentemente do gerenciamento de projetos “tradicional”, onde é papel do gerente de projetos garantir que o planejamento, execução e controle do projeto saiam da melhor maneira possível.

Mesmo havendo essa diferenciação, isso não significa que um gerente de projetos, PMP ou não, não possa assumir o papel de Scrum Master ao adotar metodologias ágeis em seus projetos. Basta que ele conheça as melhores práticas e saiba aplicá-las, ensinando sua equipe como agir segundo os preceitos do Agile. Afinal, facilitar, articular, treinar, orientar e comunicar são todas funções que qualquer bom gerente de projetos precisa realizar — e quanto mais ágil, melhor!

Desafios diário do Scrum Master

Como posição estratégica no time de projetos, o Scrum Master enfrenta diversos desafios para garantir a execução das atividades de acordo com as melhores práticas do Agile Scrum e manter a equipe coesa e focada nos resultados. Conheça alguns desses desafios:

Gestão do tempo

Muitas empresas se questionam se é realmente necessário que o Scrum Master se dedique em tempo integral a um projeto, mas a verdade é que ser um facilitador de equipes exige um esforço bastante grande. O Scrum Master se divide entre a equipe do projeto, o Product Owner e a gestão da empresa, procurando sempre alinhar expectativas e reunir esforços em prol dos mesmos objetivos, o que significa estar junto a esses times o tempo todo.

Integrar equipes geograficamente distribuídas

É cada vez mais comum vermos equipes de projetos trabalhando remotamente, o que dá um certo trabalho quando se fala em métodos ágeis como o Scrum, que têm na comunicação face a face a base de todas as trocas de informações e conhecimentos. Dessa maneira, é um desafio para o Scrum Master manter essas pessoas realmente conectadas e em constante diálogo, priorizando a comunicação clara, assertiva e bem-intencionada.

Certificações Agile: a certeza de colocar as melhores práticas de Scrum em ação

Da indicação de profissionais para ocuparem o papel de Scrum Master em uma empresa ou projeto é sempre uma escolha difícil, já que existem diversas certificações no mercado que chancelam os conhecimentos dos profissionais em métodos ágeis. A certificação ASF é uma das mais procuradas por aqueles profissionais que desejam iniciar sua carreira como Scrum Master por ser bastante acessível (a prova pode ser feita online e em português) e traz maior segurança tanto na hora de uma empresa contratar um Scrum Master quanto na hora desse profissional buscar oportunidades no mercado.

Para quem já possui a certificação ASF, é possível obter certificações de níveis mais avançados, que exigem, além dos conhecimentos teóricos, comprovação de experiência profissional, como é o caso da PMI – ACP. Para se candidatar à PMI – ACP o profissional não precisa ser gerente de projetos, mas precisa comprovar 2000 horas de experiência em equipes de projetos (esse requerimento não é necessário para quem for PMP); 1500 horas de experiência em projetos ágeis; 21 horas de treinamento em métodos ágeis; e realizar o exame para a certificação.

Tirou todas as suas dúvidas em relação ao trabalho de um Scrum Master? Você acredita que se daria bem nessa posição? Se você já é um gerente de projetos, teria ainda mais destaque se fosse também um Scrum Master? Deixe seu comentário!